21/04/2018

Sta. SENHORINHA, Virgem (22 de Abril)


Santa Senhorinha foi filha dos Condes D. Hufo [Hugo], e Dona Tareja [Teresa], troncos da casa dos Souzas, família nobilíssima em Portugal. Por morte de sua mãe, sendo de mui tenros anos, a entregou o Conde seu pai a Sta. Godina, Abadessa do Mosteiro de S. João de Vieira [Minho], da Ordem do Patriarca S. Bento. Nesta escola de virtudes, foi instruída de tal modo no amor, e temor de Deus, e no rigor, e observância da vida monástica, que chegou gloriosamente ao ponto mais alto, e mais sábio da perfeição, desprezando com invencível constância as delícias, e vaidades do Mundo, para que seu pai a rogava, e persuadia, no estado de casada; Vestiu, e professou no mesmo Mosteiro de S. João o hábito Religioso, e por morte de Sta. Godina foi eleita Abadessa [aos 36 anos]. Naquela nova dignidade começou a merecer, e resplandecer de novo. Entrou em ardentíssimos desejos de dar a vida, em obsequio da Fé, e vendo, que lhe faltava ocasião de padecer às mãos dos infiéis, se resolveu a martirizar-se a si mesma, com tal extremo de rigor, que sua vida, até à morte, foi um perene, e incessante martírio. Concedeu-lhe o Senhor a graça de fazer milagres, o dom de profecia, o conhecimento de coisas ocultas. No dia, e hora, que a Alma de S. Rozendo voava para o Céu, a viu Santa Senhorinha, e assim o disse logo às suas Religiosas. A esta celestial visão se seguiu justamente a saudade, e desejo, assistida de Angélicos espíritos, que com vozes suavíssimas (ouvidas dos que se achavam presentes) a chamavam para os Divinos desposórios, consumou a carreira mortal neste dia, ano de 982 [22 de Abril]. Jaz seu sagrado corpo na Igreja Paroquial do seu nome (antigamente Mosteiro) onde é visitada sua sepultura de grande número de fiéis, que vão a ela pela experiência dos seus favores, que recebem de Deus por sua intercessão.

[nota: o local de nascimento foi provavelmente em Vieira do Minho. Senhorinha não era o nome de baptismo, mas sim epíteto carinhoso que lhe dava o pai, Conde - por isso Capitão Geral do seu Condado em Vieira do Minho - tendo ao seu governo Viseu. Sta. Senhorinha fez-se monja aos 15 anos; fez muitos milagres em vida. Os reis D. Sancho I e D. Pedro I foram grandes devotos seus, e na Idade Média o seu túmulo era grande centro de peregrinação.]

Sem comentários: