20/07/2018

FÉRIAS

Caros leitores,  o blog SANTO ZELO entrou de férias, e retornará com as publicações ao dia 6 de Agosto.

Até breve!

Fiquem com Deus.
Rafaela

ERECÇÃO DE UM MAGNÍFICO SEMINÁRIO PATRIARCAL DE LISBOA (21 de Julho)

No mesmo dia [21 de Julho], ano de 1741 o Santíssimo Padre Benedicto XIV por uma Bula, que principia: Divinis Paeceptores &c. à instância de ElRei Dom João V erigiu na Cidade de Lisboa um Seminário Patriarcal o Palácio dos antigos Arcebispos com as suas pertenças, assinando-lhe para dote, além de outras largas rendas, as das Igrejas de Santa Maria do São Miguel de Rebordoza, e São Pedro de Abergão no do Porto, todas do Padroado Real; para educação e sustento de um grande número de Seminaristas aprenderem Latim, Ritos, Cerimónias Eclesiásticas, Cantochão, e outras Artes, e ciências, e servirem depois a Santa Igreja de Lisboa, ficando debaixo da protecção, e subordinação do Eminentíssimo Cardeal Patriarca, a quem pertence totalmente o seu estabelecimento, estatutos, e governo do Seminário, que em pouco tempo poderá competir com os mais célebres da Europa.

19/07/2018

Sta. UVILGEFORTE V.M., UMA DAS NOVE IRMÃS; E SEUS COMPANHEIROS (20 de Julho)

SANTA Uvilgeforte, a que outros chamam Santa Livrada, e os Alemães (que a celebram em muitos lugares) lhe chamam Oeusimmer. Foi uma das noves irmãs Bracaenses, tão ilustrada, e tão fervorosa na Fé, que converteu a ela muitos Gentios. Na perseguição, que seu pai moveu contra os Cristãos, se retirou a um lugar solitário, onde em companhia de grande número dos que convertera, fez vida santíssima muitos anos. Ali foi achada, e atormentada cruelmente pelos infiéis, que intentaram vilar a sua pureza; mas a Santa se defendeu com insigne valor, como pedia, e estava prometendo, a significação do seu nome. Cresceu a tirania com a contradição, e vendo, que perseverava inflexível na defensa da Fé, e da Castidade, a crucificaram, e na Cruz lhe cortaram a cabeça, conseguindo, por este modo, duplicada coroa, em duplicado martírio. Os Cristãos, que a seguiram na vida (e sem dúvida eram todos Portugueses) a imitaram na morte, sendo todos degolados neste mesmo dia [20 de Julho], no ano de 138. É Santa Uvilgeforte padroeira da Igreja de Siguença, onde jaz seu sagrado corpo, e resplandece com milagres.

18/07/2018

CHEGA A LISBOA UMA PODEROSA ARMADA DE INGLATERRA (19 de Julho)

NESTE dia [19 de Julho] entrou pela barra de Lisboa uma poderosa Armada de Inglaterra, em que vinha Aymon, Conde de Cambrix, e Duarte seu filho, e da Infante Dona Isabel, filha de ElRei Dom Pedro de Castela, morto pouco antes a mãos de seu irmão Dom Henrique; Vinha também a mesma Infante Dona Isabel, e muitos Senhores, e Senhoras das primeiras qualidades da Côrte Inglesa; Pretendia o Conde a sucessão do Reino de Castela pelo direito, que a ela tinha a Infante sua mulher; intentava também desposar o Príncipe Duarte seu filho, menino então de seis anos, com a Infante Dona Beatriz, herdeira de Portugal, filha de ElRei Dom Fernando; E que ligados os dois Príncipes declarassem guerra a Henrique, que já se intitulava Rei. Recebeu os nossos aos novos hóspedes com singulares demonstrações de grandeza, e amor, e os foi esperar ao tempo, que saíram em terra, e vieram todos a pé, até à Igreja Catedral, trazendo ElRei de rédea, a que se seguiram festas públicas, de volta com aprestos militares, que tiveram mais de estrondo, que de efeito.

17/07/2018

Sta. MARINHA ou MARGARIDA, UMA DAS NOVE IRMÃS (18 de Julho)

JUNTO da antiga Cidade de Afiloquia da Diocese Bracaense padeceu neste dia [18 de Julho] Santa Marinha ou Margarida (uma das noves irmãs) gloriosos martírio, em defensa da Fé, e da pureza. Lançaram-na em um forno ardendo, mas o fogo lhe perdoou reverente; e como lhe fechassem a porta, por onde a meteram nele, saiu por uma abertura muito estreita, mostrando, que começava já a lograr o dote da Sutileza. Foi finalmente degolada, e a cabeça deu três santos, e a eles se abriram três fontes [como se refere de São Paulo] cujas águas obraram perenes e tão singulares prodígios, que, por essa causa, são ainda hoje chamadas: Águas santas.

16/07/2018

FUNDAÇÃO DO MOSTEIRO DO PARAÍSO DE ÉVORA (17 de Julho)

Antiga imagem do extinto Mosteiro do Paraíso de Évora.
O MOSTEIRO do Paraíso de Religiosas de São Domingos da Cidade de Évora, teve princípio em Recolhimento, fundado por três irmãs da nobre família dos Galvões, a que se agregaram outras muitas nobres donzelas da mesma Cidade; sendo seu director espiritual o Venerável Padre Bautista, Cónego secular da Congregação de São João Evangelista; e Regente do Recolhimento Beatriz Galvão, uma das suas três fundadoras, que o governou até 8 de Outubro de 1471 em que morreu santamente. Depois do ano de 1499 passou a ser Convento da Terceira Ordem de São Domingos, que professaram todas as Recolhidas, e elegeram por votos para primeira Prioresa a sua Regente, que era Mecia Dias. Depois, neste dia [17 de Julho], ano de 1517 passaram da Terceira para a Primeira Ordem de São Domingos, fazendo novas profissões, e obrigando-se à perpétua clausura, que esta sagrada Ordem professava, ainda antes do Concílio Tridentino. De Recolhidas, foram Religiosas perfeitas, sem terem nunca fundadores, nem instrutoras de outro algum Convento; e sem serem discípulas, saíram para Mestras, fundadoras, e Reformadoras do Convento de Santa Catarina, de Santa Mónica de Évora, da Consolação de Elvas, do Bom Pastor da Vila de Azeitão, e da Vila de Moura. Verdadeiramente Paraíso é admirável, e fecundo em produzir, não só para si, mas para outros jardins da Igreja, tantas flores Angélicas, quantas depois merecem ser colocadas no Celeste Paraíso.

15/07/2018

FUNDA-SE O PRIMEIRO CONVENTO DE RELIGIOSAS DO CARMO EM PORTUGAL (16 de Julho)

Neste dia [16 de Julho], ano de 1560 em que se celebra Nossa Senhora do Monte do Carmo, se deu princípio ao Convento das Religiosas Carmelitas da Vila de Tentúgal do Bispado de Coimbra. Fundou-se das muitas rendas, que tinha um hospital da mesma Vila, por provisão delRei Dom Sebastião, com autoridade Apostólica, tudo à instância de Dom Francisco de Melo, Senhor da dita Vila; pelo que seus sucessores dos Condes de Tentúgal, Marqueses de Ferreira, Duques de Cadaval, são, e foram sempre bem-feitores deste Convento; no qual a 15 de Maio de 1565 principiou a vida regular, que foram fundar três religiosas do Convento da Esperança da Cidade de Beja, o primeiro que desta Ordem houve em Portugal.

14/07/2018

S. PEDRO, Eremita (15 de Julho)


SÃO Pedro, Eremita, Português, florescia pelos anos de 1099. Exortou com maravilhosa eficácia, e com efeito, também maravilhoso os Príncipes Cristãos à conquista da Terra Santa. Foi inventor, e introduziu na Igreja o uso de rezar por contas. Faleceu santíssimamente neste dia [15 de Julho]



13/07/2018

INCÊNDIO NO MOSTEIRO EM BRAGANÇA (14 de Julho)

Pelas onze horas da noite deste dia [14 de Julho], ano de 1728 pegou fogo no Mosteiro de São Francisco de Bragança, fundado pelo mesmo Seráfico Patriarca, e ardeu com tanta violência, que dentro de poucas horas se abrasou todo o dormitório, refeitório, e oficinas, onde estavam os mantimentos, e as roupas; e a não ser o grande zelo, com que muitos moradores da Cidade acudiram a cortar o progresso do incêndio, e o trabalho, com que os Padres da Companhia de Jesus concorreram em apagá-lo, acarretando muita água sobre seus ombros, se queimara também a Igreja, e Sacristia, onde muito tempo passaram a noite alguns Religiosos.

12/07/2018

NASCE A Infante D. BRANCA, filha delRei D. JOÃO I (13 de Julho)

NESTE dia [14 de Julho], ano de 1388 nasceu a Infante D. Branca, filha Primogénita dos  Reis Dom João I e Dona Felipa: morreu no berço com pouco mais de oito meses. Jaz na Sé de Lisboa.

11/07/2018

CATARINA DO ESPÍRITO SANTO (12 de Julho)

Recolhimento da N. Senhora da Conceição
No Recolhimento da Conceição de nossa Senhora do lugar da Arrifana de Sousa, termo da Cidade do Porto, faleceu neste dia [12 de Julho], ano de 1730 com oitenta e oito de idade Catarina do Espírito Santo, natural da mesma Freguesia, e a primeira que, com  título de Regente, entrou no dito Recolhimento. Foi constante haver logrado prodigiosos mimos de Deus, havendo sido visto muitas vezes em êxtases. Professou sempre pobreza voluntária, vaticinou antes o dia, e a hora da sua morte; ficou flexível com aparências de viva; e sendo de cor trigueira, ficou mui branca e vermelhas as chagas, em que vida tinha roxas. foi grande o número de gente, que concorreu à Igreja para a ver pela grande do comungatório, tocando nela contas, e pedindo relíquias suas.

10/07/2018

A Infante D. ISABEL, filha delRei D. AFONSO IV (11 de Julho)

No mesmo dia [11 de Julho], ano de 1326 levou a morte em flor com pouco mais de ano e meio de idade a Infante Dona Isabel, filha dos Reis Dom Afonso IV e Dona Brites. Jaz em Santa Clara de Coimbra.