31/03/2019

S. TISIFON, Bispo e Mártir (1 de Abril)


São Tisifon um dos primeiros discípulos do Apóstolo Santiago, convertido à Fé pela pregação do mesmo Santo, na Província Dentre Douro e Minho, e por ele ordenado Bispo, padeceu martírio neste dia [1 de Abril], ano de 57 imperando Nero.

30/03/2019

D. Fr. BALTASAR LIMPO (31 de Março)


Dom Frei Baltasar Limpo, natural de Lisboa, Religioso da nobilíssma Ordem de nossa Senhora do Carmo: foi um dos maiores Letrados daquela idade, e como tal, leu muitos anos Teologia, com grande aplauso, nas Escolas públicas de Lisboa. Foi Confessor da Rainha Dona Catarina, e ElRei Dom João III o nomeou Bispo do Porto, e o mandou ao Concílio Tridentino, onde conseguiu merecidas estimações. Voltando para Portugal, o nomeu o mesmo Rei para Arcebispo Primaz, e foi um dos mais insignes Prelados daquela Igreja: tresladou para a Catedral o corpo de São Pedro de Rates. Faleceu neste dia [31 de Março], de oitenta anos, no de Cristo de 1558. Foi não menos agudo em ditos, que profundo nas ciências; dele, se conta, que chegando-lhe notícia, de que ElRei premiara com hábitos das Ordens Militares a certos homens, dos quais se murmurava, de que não eram limpos de mãos, disseram prontamente:  Em outros tempos viam-te os ladrões nas Cruzes, agora veremos as Cruzes nos ladrões.

29/03/2019

Sta. GUITÉRIA, Virgem e Mártir (30 de Março)

Santa Guiteria, viveu muitos anos entre aspérrimas penitências, em um sítio desabitado, onde depois se edificou a Vila de Mont-mór o novo, e sendo ali achada dos infieis, por eles foi martirizada, neste dia [30 de Março], no ano de 300. É esta Santa, diferente de outra do mesmo nome, a sétima, entre as Santas nove irmãs Bracaenses.

28/03/2019

INCÊNDIO DA IGREJA DO LORETO (29 de Março)

Igreja Nossa Senhora do Loreto dos Italianos, Lisboa (Portugal).

No mesmo dia [29 de Março], ano de 1651 pelas oito horas da manhã, se ateou o fogo na Igreja do Loreto, em Lisboa, uma das mais ricas, e perfeitas da mesma Cidade: achou ponta matéria num sepulcro, que estava cheio de algodão, e carqueja, onde se cevou com tanta força,  e pressa, que, dentro em breve espaço, ardeu a Igreja inteiramente, tecto, paredes, Altares, retábulos, imagens, porta, grades de ferro, e até as mesmas sepultura estalaram, e saíram do seu lugar, com grande dificuldade, e perigo, se pode salvar o cofre do Santíssimo Sacramento: ardeus também a Sacristia, e nela riquíssimos ornamentos, e cofres de dinheiro: arderam finalmente, os depósitos das décimas daquela Freguesia. Avaliou-se a perda em mais de seicentos mil cruzados. Anos  depois, se reedificou a Igreja, com a grandeza, e suntuosidade, com que hoje a vemos.

27/03/2019

O Ven. Pe. Fr. RODRIGO DE PENALVA (28 de Março)

Antigo Convento dos Monges Trinitários, Segovia.

O Venerável Padre Frei Rodrigo de Penalva foi Português, e Religioso da sagrada Ordem da Santíssima Trindade, e um dos primeiros, e principais discípulos de seus gloriosos Patriarcas São João da Mata, e São Felix de Valoes; veio a Hespanha a fim de exercitar santo instituto da Redenção dos cativos, e fundou o Convento de Segovia, e foi o primeiro Provincial da sua Religião em Castela, e Portugal: foi Varão insigne em virtudes: faleceu neste dia [28 de Março] pelos anos de 1243.

26/03/2019

D. AGOSTINHO RIBEIRO I. Bispo de Angra (27 de Março)


Dom Agostinho Ribeiro, Cónego da Congregação do Evangelista, e um dos mais ilustres filhos dela em letras, e virtudes: foi o último Reitor da Universidade de Lisboa, e o primeiro Bispo de Angra, e depois, Bispo de Lamego: em todas estas dignidades se houve com admirável prudência, e suavidade, e se fez merecedor do agrado, e estimação universal, e uma excelente ideia de verdadeiros Prelados: Nos últimos anos de sua vida renunciou o Bispado de Lamego, e se retirou ao Convento de São João de Xabregas, da sua Congregação, onde morreu santamente, neste dia [27 de Março], ano de 1564. 

25/03/2019

Pe. MANOEL CONSCIÊNCIA (26 de Março)

O  Padre Manoel Consciência foi natural de Lisboa, e da Congregação do Oratório da mesma Cidade, onde floresceu em letras, e virtudes, como bem testemunham as suas muitas composições impressas, que são. A vida de São Felipe Neri, um tomo de folha. Em quarto, Sermões panegíricos, e morais, dois tomos. Floresta novíssima de várias acções ilustradas com todo o género de erudição, dois tomos. Mocidade enganada, e desenganada, três tomos. Inocência prodigiosa, dois tomos. Em oitavo, Delícias do coração Católico, o Menino Jesus nascido em Belém, um tomo. Aljava de sagradas festas, os Santíssimos corações de Jesus, Maria, José, um tomo. Novena para os principais Mistérios de Maria Santíssima Senhora nossa, um tomo. Mais um grande número de Novenas a muitos Santos. Deixou escritos para se imprimirem um tomo de quarto. A Velhice instruída, e destruída; e outro tomo de oitavo, Divertimento proveitoso, e deleitável, e outros Opúsculos. Foi elegante Orador, e Poeta e na língua materna, e Latina fez muitas obras, em que se mostra ser favorecido das Musas. Sobre tudo, que é o melhor, foi muito devoto, pio, e esmoler. Faleceu em Quinta-feira santa, que caiu neste dia [26 de Março] no ano de 1739. 

24/03/2019

O Pe. AGOSTINHO LOURENÇO (25 de Março)


O Padre Agostinho Lourenço, da Companhia de Jesus, natural de Terena, floresceu em nossos dias com merecida fama de excelente Escritor: em Londres, para onde foi prégador da Rainha Dona Catarina, imprimiu a Filosofia em três tomos, obra digna de grande estimação, sobre tantas do mesmo argumento. Imprimiu mais dois tomos de várias matérias de Teologia, e nos daria todas, as que compreende esta Rainha das ciências, se o não atalhara a morte, sucedida neste dia [25 de Março], ano de 1695 sendo Reitor de Santarém. Foi Varão Religioso, e grande bem-feitor do Noviciado de Évora, e do Colégio de Beja, ao qual deu um selecta, e copiosa livraria.

23/03/2019

S. PATERNO, Bispo e Confessor (24 de Março)

São Paterno, Arcebispo de Braga, Varão santíssimo, e doutíssimo; presidiu, como Primaz das Hespanhas, a um utilíssimos Cánones contra a heresia Prisciliana, e contra muitas relazações, que havia no estado Eclesiástico. Cheio de boas obras, passou, neste dia [23 de Março], a lograr o prémio delas, ano de 407.

22/03/2019

O SANTO MONGE ROMANO (23 de Março)

 A mais antiga imagem de escultura da Virgem Maria, sob o título de Senhora de Nazareth. Esculpida por S. José.
O Santo Monge, chamado Romano, natural de Mérida, era Abade do antigo Mosteiro Cauliano da Ordem de São Bento, quando se perdeu Hespanha; vindo dar àquele Mosteiro ElRei Dom Rodrigo, perdida a última batalha, o acompanhou o Santo Monge, trazendo consigo a antiquíssima Imagem da Senhora de Nazareth, e muitas Relíquias de Santos, e fizeram assento nos confins de Portugal, no mesmo sítio, onde hoje é neverada a mesma sacrossanta, e milagrosa Imagem; ali viveu Romano em uma cova, no perece exercício de orações, e contemplações do Céu, e neste dia [23 de Março], ano de 716 foi a lograr o prémio de seus trabalhos.

21/03/2019

DESPOSÓRIOS DA INFANTE D. BEATRIZ, filha delRei D. FERNANDO (22 de Março)


Em consequência das pazes proximamente ajustadas entre ElRei Dom Fernando de Portugal, e ElRei Dom Henrique de Castela II do nome, se celebraram, neste dia [22 de Março], ano de 1373 os desposórios (que depois senão lograram) entre a Infante Dona Beatriz, filha do mesmo Rei Dom Fernando, a Dom Sancho Conde de Albuquerque, irmão delRei Don Afonso XI e de Dona Leonor Nunes de Gusmão; houve justas Reais, e nelas veio a terra o mesmo Conde; (mau presságio, em tão alegre dia!) encontrado de Martim Afonso de Melo, pai de João de Melo, célebre entre os heróis portugueses, pelas grandes vitórias, que conseguiu em particulares desafios, em muitas Cortes da Europa, professando a Cavalaria andante, a uso daqueles tempos.

20/03/2019

SÍNODO PROVINCIAL EM LISBOA (21 de Março)

Neste dia [21 de Março] do ano de 1574 na Dominga Quarta da Quaresma, se celebrou an Sé Metropolitana de Lisboa o segundo Sínodo Provincial, convocado, e presidido pelo seu Arcebispo  Metropolitano, Dom Jorge de Almeida, com assistência, e conselho dos Bispos seus sufragâneos, Dom Gaspar do Casal, Bispo de Leiria, Dom André de Noronha, Bispo de Portalegre, Dom Manoel de Meneses, Bispo de Lamego, e Dom Jerónimo Barreto, Bispo do Funchal. As últimas, e santíssimas Leis, e constituições, e estabelecidas neste Sínodo, se imprimiram em Lisboa na oficina de António Gonçalves, ano de 1575.

19/03/2019

S. MARTINHO DUMIENSE (20 de Março)


São Martinho, chamado Dumiense, foi natural de Hungria, e Monge de São Bento. Resplandeceu com tanta eminência nas letras Divinas, e humanas, que afirma São Gregório Turonense, que em seu tempo não havia outro homem mais sábio na Cristandade. Prégou a Fé aos Suevos, que então dominavam Portugal, e converteu a ela ElRei Teodomiro, e o Príncipe Ariamiro, seu sucessor. E os persuadiu a detestar os erros da seita Ariana, exemplo, que logo seguiu todo o Reino. Edificou muitos Mosteiros da sua Ordem, entre os quais conseguiu maior reputação o de Dume, porque foi erigido em Catedral, sendo o mesmo Santo o seu primeiro Bispo, e juntamente o primeiro Capelão mór dos Reis Suevos, e nele teve princípio aquela dignidade. Por morte de Lucrecio, Arcebispo de Braga, sucedeu na mesma Igreja, e nela encheu as obrigações de Pastor com incansável vigilância, e imenso fruto. Celebrou Concílio, em que presidiu a dez Bispos sufraganeos, e fez utilíssimos Cánones, em obséquio da Fé, dissipação das heresias, reforma dos súbditos, perfeição, e explendor do culto Divino. Cheio de anos, e de merecimentos, esperou a morte, vestido de cilício, lançado no chão sobre cinzas, e entregou sua ditosa alma nas mãos de Cristo Senhor nosso, que lhe apareceu naquela hora, acompanhado da Virgem Mãe, e de São Martinho Turonense, e com esta celestial companhia, voou alegre a possuir o prémio eterno. Seu corpo foi sepultado no Mosteiro de Duma, e depois tresladado à Catedral de Braga, onde resplandece com milagres.

18/03/2019

PRINCIPIA A CLAUSURA DO MOSTEIRO DO SALVADOR DE ÉVORA (19 de Março)

Neste dia [19 de Março], ano de 1590 se fechou a clausura, e se deu princípio à observância Religiosa da Tereceira Ordem de São Francisco, no Mosteiro do Salvador da Cidade de Évora, onde as suas Religiosas guardam muito pontual, e louvavelmente, com grande edificação, a primera, mais rigorosa, e estreita observância de Santa Clara, e São Franisco. Foram suas fundadoras quatro Religiosas do Convento de Santa Marta de Lisboa, e uma de Santa Clara de Elvas.

17/03/2019

S. NARCISO, Bispo (18 de Março)

SÃO Narciso, Português, natural da Vila de Santarém, Bispo e Mártir, Primaz de Braga, Patrono das Cidades de Girona, e Augusta, foi um perfeito modelo  de virtudes, especialmente da pureza. Sendo numa ocasião tentado por uma mulher lasciva, saiu deste apertado lance com vitória, convertendo juntamente a Afra (ele era o seu nome) e a reduziu a tão verdadeira penitência, que morreu Mártir, e Santa. Passou São Narcizo a Alemanha, onde é chamado Apóstolo pelo grande fruto, que fez para o Céu naquele Império. Voltando para Braga, veio ter à Cidade de Girona, onde padeceu Martírio, sendo Presidente Lúcio Cesonio Macro. Três penetrantes feridas, que recebeu com apostólica constância, lhe abriram a porta, pela qual saiu seu espírito a gozar da Bemaventurança, neste dia [18 de Março], ano de 277.

16/03/2019

S. VARÃO, Eremita (17 de Março)

São Varão, ou Varano, fez vida Eremítica em uma serra, que se chama do seu nome, situada, quase duas léguas da Vila de Mertola, na Província do Alentejo. Ali viveu muitos anos,  no exercício de perenes contemplações, e rigorosas penitências. Foi seu trânsito neste dia [17 de Março], ano de 700. Jaz seu corpo numa Ermida de seu nome, que edificaram os fieis, e nela o festejam, agradecidos aos contínuos favores, que recebem de Deus, por meio da sua intercessão.

15/03/2019

O PADRE GONÇALO DA SILVEIRA (16 de Março)


O Padre Gonçalo da Silveira, da Companhia de JESUS, foi filho de Dom Luiz da Silveira, primeiro Conde da Sortelha, Alcaide mór de Alenquer, e Guarda mór delRei Dom João III e de Dona Brites Coutinho, filha de Dom Fernando Coutinho, Marechal do Reino; e foi o último de dez filhos, que esta senhora teve, de cujo parto morreu, qual outra Rachel do parto de Benjamim. Recebeu o hábito da Sagrada Religião da Companhia, e exornado de excelentes virtudes partiu para o Oriente a merecer (como desejava) a coroa do martírio: pediu com grandes instâncias a missão da Etiópia, e nela, à custa de imensos trabalhos, converteu à Fé grande número de infieis; padeceu intoleráveis fomes, sedes, calmas, frios, desamparos, misérias, e perigos contínuos da vida: converteu e baptizou ao Imperador de Monomatapa, e a sua mãe; mas variando o bárbaro Imperador, pervertido de maus conselheiros, lhe mandou dar a morte: estava o Santo Varão prevenido para ela, com certeza (superior, sem dúvida) de que não tardaria muito, e vendo entrar os ferozes ministros, se ofereceu ao sacrifício com maravilhosa serenidade, e constância: deram-lhe garrote com um sendal de algodão, e por esta via (verdadeiramente acertada) subiu, e entrou a gozar neste dia [16 de Março], a coroa imarsecível, no ano de 1561 com trinta e seis de idade, e quase dezoito de Religião.

14/03/2019

Sta. VIVÊNCIA, Virgem e Mártir (15 de Março)

Santa Vicência, Virgem, e Mártir, Portuguesa, padeceu cruelíssimos tormentos, no ano de 424 a mãos dos hereges Arianos, porque, sendo Baptizada Catolicamente, não quis receber novo baptismo, como os mesmo hereges pretendiam.

S. MAGORIANO, Confessor (15 de Março)

Igreja de S. Lourenço, Trento (Itália)
São Magoriano, filho de Santa Maxência, natural de Coria na antiga Lusitânia, irmão de São Vigilio, Bispo da Cidade de Trento, viveu, e morreu na mesma Cidade, e nela logra venerações de Santo. Foi sua morte neste dia [15 de Março], ano de 416.

13/03/2019

PADRE ALEXANDRE DE GUSMÃO (14 de Março)

Imagem relacionada
O Padre Alexandre de Gusmão da Companhia de Jesus, da Província do Brasil, nasceu na Freguesia de S. Julião[?] da cidade de Lisboa a 14 de Agosto de 1629. Foi Autor, e fundador do Seminário de Belém da Cidade da Bahia, Reitor do Colégio da mesma Cidade, e duas vezes Provincial daquela Província. Foi muito douto, pio, e devoto, como mostram as suas composições impressas: Escola de Belém; Rosa de Nasareth; Arte de criar bem os filhos; O Predestinado e Prescrito; A Eleição entre o bem, e o mal eterno; Árvore da vida; Meditações para todos os dias da semana, e vários Opúsculos de preces, e devoções. Outras mais obras suas esperam a luz pública, de que são merecedoras, e também a sua vida, que foi cheia de muitas virtudes, comprovadas com prodígios, que mandou autenticar o Arcebispo da Bahia, Dom Luiz Álvares de Figueiredo. Foi reputado em vida por Varão justo, e servo de Deus, e apelidado por Santo depois da morte, que teve na Bahia neste dia [14 de Março], ano de 1724 com noventa e cinco de idade, e setenta e oito de Companhia.

[Notas do blogue: São dados históricos do século XVIII.]

12/03/2019

Sta. SANCHA Virgem (13 de Março)

Resultado de imagem para beata  SanchaSANTA Sancha, Virgem candidíssima, filha delRei de Portugal Dom Sancho I a da Rainha Dona Dulce: desde os primeiros anos se entregou toda a Deus, e aos exercícios da virtudes, e à lição dos livros espirituais, onde aprendeu altíssimos documentos da perfeição evangélica, e os copiou em si por modo admirável: foi singularíssima devota da Virgem Mãe, a cuja imitação consagrou a Deus a sua pureza, fazendo juntamente voto de Religião: Seus pais lhe quiseram dar estado igual à soberania do seu nascimento, mas foi maior, que toda a persuasão, a constância, e firmeza, com que perseverou no propósito, e voto, que havia feito a Deus. Alguns anos depois se retirou para a sua Vila de Alenquer, onde logrou a singularíssima ventura, de receber em sua casa as duas primeiras luzes, que aparecerão em Portugal, das Sagradas Religiões dos Prégadores, e Menores, os Santos Fr. Sueiro, e Fr. Zacarias; a um, e outro recebeu, e tratou com singular amor, e liberalidade, e ao segundo de uma Ermida, situada junto ao rio de Alenquer, e depois lhe veio a largar os seus Paços da mesma Vila, para que fundasse (como fundou) o reformadíssimo Convento, que nela há de Religiosos de São Francisco; assistindo também nela, recebeu, pouco depois, em sua casa os Santos Mártires de Marrocos, os quais no mesmo instante, em que padeceram martírio, lhe apareceram gloriosos, e resplandecentes, como o Sol, e lhe deram a alegre nova do seu triunfo: Retirou-se logo para o Mosteiro de Lorvão da Ordem de Cister (onde vivia a Rainha Santa Tareja [Teresa], sua irmã e se agradou tanto da observância, e rigor, com que ali viviam as Religiosas, que se resolveu a fundar outro Mosteiro como aquele, qual o sumptuoso de Celas de Coimbra da mesma Ordem: nele vestiu o hábito Cisterciense, e nele professou, dando a última despedida ao Mundo, e pelo contínuo exercício de orações, e penitências, chegou a um ponto altíssimo de perfeição, e santidade. Morreu santíssimamente neste dia [13 de Março], ano de 1229. A Rainha Dona Tareja sua irmã fez levar o sagrado corpo do Mosteiro de Celas para o de Lorvão, e o enterrou em um sepultura, que para si havia feito, e logo fez para si outra: resplandeceu esta gloriosa Virgem em milagres, e o Sumo Pontífice Inocêncio XII concedeu, como se lhe pudesse dar cultos de Santa, e como tal é venerada. O Santíssimo Papa Clemente XI a Beatificou solenemente em 13 de Setembro de 1704 e por Decreto de 14 do mesmo mês de 1709 concedeu se rezasse dela, e de sua irmã Santa Teresa, juntamente Beatificada, no Bispado de Coimbra; e por outro de 11 de Fevereiro de 1713 concedeu se rezasse de ambas, em todo os Reino com rito Semiduplex, e na sua Ordem com o de Duplex.

11/03/2019

RESTAURAÇÃO DE PATE, E MOMBAÇA (12 de Março)

Igreja Patriarcal de Lisboa
Luiz de Mello e Sam-Payo [Sampaio] do Conselho de Estado da Índia Portuguesa, Capitão General da Armada de Ormuz, mar Roxo, e dos mares da Índia, restaurou neste dia [12 de Março], ano de 1728 do poder dos Arábios a Pate, e Mombaça, e toda aquela costa de África, que se compreende desde Brava até Quiloa. Mandou o mesmo General esta grande notícia por um expresso por terra, que expediu do Porto de Congo, na Pérsia; e chegada que foi a Lisboa se cantou na Igreja Patriarcal Missa, e Te Deum laudamus em acção de graças, a que assistiram Suas Majestades, e Altezas.

10/03/2019

DOM GREGÓRIO DOS ANJOS (11 de Março)

Catedral de S. Luís do Maranhão (Brasil).
Dom Gregório dos Anjos, natural de Lisboa, Cónego Secular da Congregação de São João Evangelista, Doutor em Teologia, plausível prégador do seu tempo, foi nomeado por ElRei Dom Pedro II, a Bispo de Malaca, e depois do Maranhão; e foi o primeiro Bispo deste Estado, e o governou espiritualmente muitos anos com grande prudência, e diligência. Faleceu neste dia [11 de Março] de 1688. Jaz na Capela mór da Catedral de São Luís da mesma Cidade do Maranhão. Escreveu um largo tratado da vida de seu irmão o Venerável Dom Apolinar de Almeida, da Companhia de JESUS, Mártir, e Bispo de Niceia na Etiópia, onde sacrificou a vida em obséquio da Fé, como diremos a 9 de Junho.

09/03/2019

S. GORGONIO, E SEUS COMPANHEIROS MÁRTIRES (10 de Março)

S. Gorgônio.
Em Britonia [Britânia], Cidade pouco distante de Braga, padeceram neste dia [10 de Março] martírio, São Gorgônio, e seus companheiros, Firmio, Antonio, e Santa Ágapes Virgem, no ano de 254 imperando Décio.

08/03/2019

ENTRAM EM ROMA OS AUGUSTÍSSIMOS IMPERADORES FREDERICO, e LEONOR, E RECEBEM A COROA DE FERRO, E BÊNÇÃOS NUPCIAIS DA MÃO DO PONTÍFICE (9 de Março)

D. Frederico do Sacro Império Romano-Germânico e D. Leonor de Portugal.
No mesmo dia [9 de Março], ano de 1452 entraram em Roma os Augustíssimos Imperadores Frederico, e Leonor, com a maior pompa, majestade, e ostentação, que jamais havia visto aquela gram Cidade em seus antigos triunfos. Precedia o Imperador no meio de dois Legados Apostólicos, acompanhado de infinitos Cavaleiros, e Monsenhores de uma, e outra Côrte, Imperial, e Pontifícia; seguia-se imediatamente assistida de Fidalgos, e Damas Portuguesas, a senhora Imperatriz, realçando os mais singulares extremos de modéstia, e formosura, de gala, e de riqueza. Em terceiro lugar, se ostentava com insignias Reais Ladislau Rei de Hungria, e de Boemia, com todos os grandes de um, e outro Reino; ocupava o quarto, finalmente como General do Império, Alerto Arquiduque  de Áustria, a quem seguiam em vistosas, e bem ordenadas fileiras as tropas do Exército Imperial. Entre alegres, e faustas aclamações do povo Romano, que concorreu em imensa multidão, chegaram os excelsos Príncipes ao Sacro Palácio, onde em hábitos Pontificais, sentado em majestoso trono, os esperava o Santíssimo Padre Nicolau V a cujos pés prostrados fizeram religiosamente a costumada adoração, e a seu exemplo, o Rei, e o Arquiduque, e toda aquela nobilíssima comitiva. O Pontífice, com razão, alvoroçado, e por extremo alegre, recebeu a todos com paternal afecto, e singulares demonstrações de benevolência, e logo por sua mão impôs em uma, e outra Augusta cabeça, a Coroa de ferro, como a Reis da Lombardia, cerimónia precisa para receberem a de ouro, como Imperadores de Roma. No mesmo dia, receberam da mão do Pontífice as bençãos nupciais, por estar já, muito de antes, celebrado o casamento em Lisboa, aonde Frederico mandara procuração.

07/03/2019

S. LEODICIZIO, Bispo e Confessor (8 de Março)


SANTO Leodicízio Juliano [ou Leodegísio Julião], foi dez anos Arcebispo de Braga, depois treze de Toledo: em uma, e outra Igreja, se mostrou Prelado muitas vezes insigne: insigne na caridade, porque as suas rendas era o sustento dos pobres, o dote das órfãs, o resgate dos cativos, e o remédio universal de todos os necessitados: a todos assistia, a todos amparava, vivendo mais para os seus, que para si: insigne na vigilância, de que deu claras provas em cinco Concílios Nacionais, a que presidiu, um em Braga, e quatro em Toledo, dos quais saíram decretos utilíssimos ao bem comum das Igrejas de Hespanha: insigne na sabedoria, como mostrou em muitos livros, que compôs, em que disputou, com aparada pena matérias gravíssimas, tocantes à Religião: Compôs também muitas Homilias, Hinos, e Epitáfios em louvor de vários Santos, e dos Arcebispos seus predecessores: uma, e outra Igreja, a de Braga, e a de Toledo, celebra com religiosos cultos a sua festa neste dia [8 de Março], que foi de seu glorioso trânsito, ano de 690.

06/03/2019

A RAINHA Dona MARIA, mulher de D. MANOEL I. (7 de Março)

A Rainha D. Maria. Pormenor, vitral da Igreja Sta. Maria da Vitória do Mosteiro da Batalha (Portugal).
No mesmo dia [7 de Março], ano de 1517 faleceu em Lisboa, no Palácio da Ribeira, a Rainha Dona Maria, segunda mulher delRei Dom Manoel, filha dos Reis Católicos, com trinta e cinco anos de idade. Foi Princesa de muitas virtudes, singular, na da esmola, em que gastava a maior parte das suas rendas. Era muito contínua em orar, e meditar: Cozia, e lavrava com as suas Damas, e moças da Câmera, consagrando os frutos deste seu trabalho ao culto dos Altares. Era por extremo compassiva com aquelas pessoas, que de abundância caiam em pobreza. Pedindo-lhe uma viúva, que quisesse interceder com ElRei, para que lhe perdoasse a metade de uma dívida, que seu marido ficara devendo à fazenda Real, alegando, que só assim poderia amparar duas filhas, lhe respondeu a Rainha: "E não seria melhor, que ElRei meu senhor vos perdoasse a dívida toda? Ora confiai em Deus que assim se fará"; e com efeito assim se fez, por sua intercessão. Não cessava em repetir semelhantes súplicas a favor dos pobres, dos presos, dos cativos; e achando uma vez ElRei triste, e carregado, (que os Reis não são isentos das paixões de homens) e vendo, que lhe dizia, como agastado: "Senhora, não fiz já tantas cousas, que me pedistes?", a Rainha, com admirável serenidade, e discretíssima prontidão, lhe tornou, dizendo esta sentença de ouro: "Senhor, os Reis nunca hão de cansar de fazer bem". Criou seus filhos sem mimo, e por isso saíram todos, tão perfeitos, e generosos Príncipes, como viu, e admirou Europa. Edificou o Convento de Berlengas de Religiosos Jerónimos, que depois se mudou para Valbemfeito [Vale Benfeito]. Foi sepultada no Mosteiro da Madre de Deus de Xabregas, e tresladada depois para o de Belém.

D. VASCO Arcebispo de Toledo (7 de Março)


DOM Vasco, Arcebispo de Toledo, da primeira nobreza de Castela, donde foi desterrado, e despojado da sua Igreja, a impérios delRei Dom Pedro o cruel, por lhe afeiar o injusto repudio, que havia dado a sua legítima mulher, a Rainha Dona Branca de Bourbon: Achou justa proteção em Dom Pedro Rei de Portugal, primeiro do nome, o qual lhe entregou o governo do Bispado de Coimbra, onde viveu alguns anos, e morreu no de 1462 neste dia [7 de Março], com fama de Santo, e valeroso Prelado.

05/03/2019

O Beato REMISOL, Bispo e Confessor (6 de Março)


O Beato Remisol, Bispo de Viseu, grande defensor da Fé contra os hereges Arianos, que o desterraram da sua Igreja, e desterrado faleceu neste dia [6 de Março], tão cheio de merecimentos, como perseguido de tribulações.

04/03/2019

Sto. EUSÉBIO, E NOVE COMPANHEIROS MÁRTIRES (5 de Março)


Em Medelhim (uma das cinco Colónias, que em tempo dos Romanos, havia na Lusitânia) padeceram martírio, neste dia [5 de Março], ano de 134, Santo Eusébio, e nove companheiros, imperando Trajano.

03/03/2019

O Infante D. FERNANDO, filho delRei D. SANCHO I. (4 de Março)

O Infante Dom Fernando, filho II dos Reis de Portugal Dom Sancho I e Dona Dulce, foi um dos valerosos Capitães do seu tempo. Casou com Joana filha de Balduino, Imperador de Constantinopla, e senhora proprietária dos Estados de Flandes. Nas guerras (que então ardiam) entre França, e Inglaterra, se declarou contra França, e foi um dos primeiros Generais na batalha de Bovinas, na qual governava a ala direita, e Reginaldo, Conde de Bolonha, a esquerda; da parte contrária, se achava Felipe Augusto Rei de França, e o Duque de Borgonha: disputou-se a batalha com grande ardor, e ficou pelos Franceses a vitória, e o nosso Infante prisioneiro, havendo obrado tais proezas, que os seus mesmo inimigos as admiraram então, e escreveram depois. Foi levado a Paris, onde ElRei Felipe o teve em prisão muitos anos. Conseguiu liberdade em tempo de São Luís, por mediação da Rainha Dona Branca, mãe do mesmo Santo, ao qual não foi inútil esta generosidade: porque na rebelião, e guerras, que contra ele (sendo ainda menino) moveu Felipe, Conde de Bolonha, o nosso Infante saiu em sua defensa, com poderosa mão, e fez tantas hostilidades, nos estados do Conde, e lhe conquistou tantas Praças, que o constrangeu a reconhecer os seus erros, e a pedir perdão deles, rendido aos pés delRei. Teve depois guerra com Henrique, Duque de Barbante, e vindo a batalha, o venceu, e levou preso a Flandes. Passou, depois, a compor grandes turbulências, que ferviam no Condado de Namur, excitadas por Henrique de Luxemburg, onde ganhou muitas Praças por assalto, muitas por sítio, e assim reduziu à sujeição antiga todo aquele País. Não só foi famoso, e insigne nas operações da guerra, se não também nas direções do Estado, de que deu ilustríssimas provas em repetidas, e apertadas ocasiões. Faleceu em Noien neste dia [4 de Março], ano de 1233. Teve da Condessa sua mulher uma só filha, que durou pouco, e passaram os Estados de Flandes a outra irmã da mesma Condessa. Veja-se o que se diz no prólogo do segundo tomo núm. 8.

02/03/2019

RECESUINTO, Abade (3 de Março)


Recesuinto, Abade do Convento de São Martinho de Sande, na Diocese de Braga, Varão esclarecido da Ordem de São Bento em Portugal. Foi insigne Poeta, e Orador, como o testemunham as cartas, que escrevia a Santo Ildefonso, cheias de erudição, e piedade; e o elegante Poema, que compôs em louvor de Santa Engrácia, e seus dezoito companheiros. Passou neste dia [3 de Março] a melhor vida no ano de 668.

01/03/2019

S. LÚCIO, Bispo e Mártir, E SEUS COMPANHEIROS (2 de Março)


Padeceram martírio neste dia [2 de Março], São Lúcio, Bispo, e seus companheiros, Absolônio, Largo, Heráquio, e Primitivo, na Cidade de Britonia [Britânia], situada antigamente na Província de Entre Douro e Minho, imperando Nero, ano de 66.