21/04/2018

JURAMENTO DA HESPANHA A D. MANUEL (22 de Abril)

No ano de 1498 partiram de Portugal para Castela ElRei D. Manuel, e sua primeira mulher a Rainha D. Isabel, e acompanhados dos principais Prelados, e senhores deste Reino, e foram recebidos naquele com grandes festas, e demonstrações de alegria, em todas as Cidades, e Vilas por onde passaram, até chegarem a Toledo. A meia légua de distância desta Cidade, os veio encontrar ElRei D. Fernando [El Católico], e tanto, que avistou a seu genro ElRei D. Manuel, o recebeu nos braços, com muito amor, e cortesia; e querendo-lhe sua filha beijar a mão, ele o não consentiu, e posta à sua mão esquerda, e ElRei D. Manuel à direita, caminharam os três a cavalo debaixo de um pálio até à Igreja Catedral; e feita oração, partiram para o Palácio, onde os esperava a Rainha D. Isabel [La Católica], a cuja vista ElRei D. Manuel apressou o passo, e a Rainha fez o mesmo, a ambos se fizeram tão profunda cortesia, que chegaram com os joelhos ao chão. A Rainha D. Isabel quis beijar a mão a sua mãe, mas ela lha não quis dar. Receberam os Reis de Castela a todos os Fidalgos Portugueses, com grandes demonstrações de agrado, e apreço, e singularmente ao senhor D. Jorge, filho DelRei D. João II a quem não quiseram dar a mão, e em tudo o trataram como a filho de quem era. Logo no Domingo seguinte, que caiu no dia 22 de Abril, do ano sobredito, saíram os Reis de Palácio para a Catedral, levando de rédea a pé a ElRei D. Manuel, o Duque de Medina Sidónia, da parte direita, e da esquerda o Conde de Feira; e à Rainha D. Isabel sua mulher, à mão direita o Condestável de Castela, e à esquerda o Duque de Alva. Disse Missa de Pontifical o Arcebispo de Toledo, D. Frei Francisco Ximenes de Cisneiros; Os Reis estiveram ambos em uma cortina da parte do Evangelho, e com eles o Senhor D. Jorge; as Rainhas ambas, em outra cortina da outra parte. Acabada a Missa, subiram a um Trono, onde estavam quatro cadeiras, e nas duas do meio se assentaram os nossos Reis, nas dos lados os de Castela. E feita uma prática breve, em que se declararam resumidas as conveniências, e interesses, que se seguiam a toda a Hespanha, de união de tantas Coroas; foram jurados os nossos Reis, por Príncipes herdeiros dos Reinos de Castela, Leão, e Aragão, e mais Reinos, e Estados, que lhe são sujeitos.

Sem comentários: