28/05/2018

Soror CLARA DE JESUS (29 de Maio)

No mesmo dia [29 de Maio], ano de 1607 no Religiosíssimo Convento da Madre de Deus de Xabregas, passou da vida temporal à eterna, a Madre Clara de JESUS, muito celebrada naqueles tempos pela inocência da sua vida, e pela suavidade da sua voz, a qual empregava nos louvores Divinos com grande frequência e com admirável ternura. Estando já nos braços da morte cantou suavíssimamente aquele Terceto de Santa Teresa:

Vivo sin vivir en mi,
y tan alta vida espero,
que muero, porque no muero.

E vendo, que já se achava muito enfraquecida, e a voz igualmente quebrada, disse com muita graça:

Acaba Sor Clara,
e acaba a sua fala.

Mas ainda cantou três vezes o verso do Salmo 50: Tibi soli peccavi; e com estas palavras na boca, os olhos no Céu, e o coração em seu amado Esposo, acabou ditosamente a vida.

Sem comentários: